Porque Somos Mutantes (2016)

O espetáculo tem como ponto de partida a obra do escultor Jason Taylor, que cria esculturas e as submerge no mar, formando uma espécie de museu submarino que a natureza se encarrega de modificar, dia após dia. Em “Porque Somos Mutantes”, a Cia Fragmento de Dança busca por um corpo atravessado pela angústia e aceitação de sua impermanência.

Refletindo sobre ações que independem da nossa vontade, o trabalho busca discutir processos inevitáveis de transformação em que se perde o registro do que somos, seja em situações degenerativas, como no Mal de Alzheimer, seja na tentativa, consciente ou não, de que é necessário adequar-se para estar no convívio social.

Em todas as situações estamos procurando a nós mesmos. “Porque Somos Mutantes” convoca os bailarinos a lidar com a tarefa do indivíduo em grupo, organização, caos, necessidade de adaptação, inadequação. Transitando entre memórias e sentimentos, numa linha de tempo não linear, existe uma tentativa fracassada e persistente de encontrar os eus que nos travestem.

Classificação Etária: 12 anos

Duração: 50 minutos

Ficha Técnica:

Coreografia e Direção: Vanessa Macedo
Assistente de Coreografia: Maitê Molnar
Elenco: Chico Rosa, Dani de Moraes, Diego Hazan, Flávia Teraoka, Januário, Maitê Molnar e Rafael Sertori.
Luz: Sandro Borelli
Trilha: Murillo Emerenciano
Figurino Daíse Neves
Design Gráfico: Gustavo Domingues
Fotos: Leo Lin
Produção AnaCris Medina
Elenco Original: Chico Rosa, Dani de Moraes, Diego Hazan, Flávia Teraoka, Iolanda Sinatra, Maitê Molnar e Rafael Edgar

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus